"Sou uma mulher madura que às vezes anda de balanço
Sou uma criança insegura que às vezes usa salto alto
Sou uma mulher que balança, sou uma criança que atura."

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Caminho em frente pra sentir saudade

Andava distraída quando a embalegem roxa e metalizada brilhou sobre a prateleira do mercado despertando a minha atenção. Aquela cor, aquela letra, aquele pacote. Tudo era familiar para mim. Sim, eu sabia que era. Porém, onde havia visto? Revirei as lembranças tentando encontrar qualquer registro que pudesse me fornecer alguma informação, mas não encontrei nada.
Ei, pera aí! Esse não era aquele doce que eu vivia comendo quando tinha uns cinco ou seis anos? Não era embalagem que fazia meus olhinhos brilharem toda vez que voltava da escola e passava pela padaria? Sim, era ela. Aquele havia sido o sabor da minha infância.
E o mais incrível é que eu quase esqueci o quanto era saboroso sentir saudade.



Post super fajuto. Cadê a inspiração que tava aqui? O gato comeu.
Devolva, gato feio, hm! u.u

20 comentários:

Anônimo disse...

rsrs Fala pra gente qual era esse doce XD

bjinhos

Gabriela Castro disse...

Minha infância teve sabor de mini chicletes, de chocolate surpresa, chup chup...xiii, tanta coisa! aheuhae
Também fiquei curiosa pra saber o que é! hehe
beijão

Daninha* disse...

Minha infância tinha varios gostos e muita bagunça!
AOSPAKPSOAPKSPAOSPK'
Que doce é esse? (rs)
Bjos

Vanessa disse...

Adorei o final:
'e o mais incrivel é que eu quase esqueci o quanto era saboroso sentir saudade.'
Semana passei por semelhante situação...
o doce era um que eu sempre sentia saudades mas nunca mais tinha visto em canto algum.
Doce de parafina!
Já ouviu falar? Já comeu?
Nossa é um doce muito bom!
Ele normalmente é feito em formato de fruta...
É bem pequeno... como um brigadeiro!
Ai um doce de parafina agora!

:)

*Lusinha* disse...

Acho que não tem um produto específico da minha infância que eu olhe hoje em dia e ainda queira.
Mas qual seria o doce mesmo?
Bjitos!

Paula Tonkio disse...

Ai, infância, que saudade.
adorei seus textos *-*

beijo

Dani disse...

Eu amava aqueles pirulitos que vinham com pózinho de estralar na boca! HAHAHA


E o texto tá ótimo, hã ¬¬

Debbys disse...

Eu adoro ficar olhando as prateleiras das lojas americanas enquanto tô na fila... perto do caixa sempre acho umas coisas da época de infância, tipo alfajor da turma da mônica!!! Nossa, era muito bom!! E naquela época era tudo barato... =P
bjusss

Yasmin disse...

Aufajor, que me lembrou esta descrição, bom se tem uma coisa que como e que o cheiro e o gosto me lembra a primeira vez que eu comi com 4 anos ou 3, é ouro branco, foi o primeiro chocolate que eu comi, insquecível, tem um selo para ti no meu blog!

M. disse...

hahaha, você é uma fooofa Fee.

disse...

É dessa saudade gostosa que eu falo. Esse negócio de relembrar as boas épocas. Também tive vícios em doces quando criancinha... :*

Sofia disse...

tadinho do gato, eu adorei o post.
parabéns.
:**

Daninha* disse...

Oie tem selinho pra vc!
Bjos

Joyci Dias disse...

Eu li outro dia e só vim comentar agora. Fiquei tentando imaginar qual o doce que deixou minha Sex com saudades. A minha infância foi marcada por doces e travessuras... me lembro que uma vez eu fiquei doente porque eu queria comer aquela maria mole que vinha na casquinha de sorvete e tinha uma bexiga, quase botei minha mãe louca dizendo que eu queria um sorvete de bexiga! --' haha. Outra vez soube me expressar melhor e nem precisei ficar doente pra conseguir chupar meu chiclete que vinha com um anel... aí tempos atrás eu encontrei novamente, comprei! mas os anéis não entravam mais nos meus dedinhos :'( São essas coisas que fazem com que eu me dê conta de que eu de fato cresci. Dói bastante essa saudade desse tempo que já passou, mas é bom saber que foi tão delicioso que me dá vontade de voltar atrás. Mas foco, Jô. Foco... você precisa seguir em frente.



Te amo, amor.

Anônimo disse...

Liindo o texto!
E incrível como pode passar o tempo que for, mesmo velhinhos ainda lembraremos com saudade de nossa infância!

Adorei o blog!
beijos

Erica Ferro disse...

Cadê a minha infância? Do que eu gostava de comer?
Eu lembro que eu gostava de comer pão Roberto - tipo de pão, com coquinho em cima! *-*

Aléxsia disse...

Esse gato anda de olho na minha inspiração tbm, rs.

'cary. disse...

simplesmente post perfeito *------------* eu já tinha vindo aqui antes, mas não comentava por falta de tempo, mas hoje deu *o* e eu digo, PARABÉNS e continue assim, pórque você tem futuro!

Moça do Fio disse...

Risos.

Mas diz aí, qual era o doce? Fiquei curiosa. Vai ver eu até conheço. Não me deixe morrer de curiosidade, tá?

Beijim.

Anônimo disse...

Olá!
Seu texto me lembrou um post que fiz essa semana!
Lembranças...saudades...sentimentosque envolvem nosso presente para nunca esquecer do nosso passado!

Bjokas