"Sou uma mulher madura que às vezes anda de balanço
Sou uma criança insegura que às vezes usa salto alto
Sou uma mulher que balança, sou uma criança que atura."

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Gêmeas bivitelinas

Lembro-me da minha infância e das incontáveis horas que passei vidrada na TV e nos seus inúmeros desenhos animados. Adorava "O Fantástico Mundo de Bob" e "Doug", mas eram naquelas animações com as típicas temáticas de luta entre o bem e o mal que eu procurava pelos personagens que viria a transformar nas minhas heroínas ou nos meus heróis prediletos.
Contudo, devo admitir que não era fácil encontrar um herói à altura, não. Era uma tarefa árdua, que me fazia perder horas em horas em um difícil e duradouro processo de seleção. Como nunca encontrava um personagem que atendesse a todos os requisitos, então acabava diminuindo as exigências e ficando com as opções meia boca.
A verdade é que o meu lado feminista buscava por uma mulher ousada, forte e destemida. Uma heroína que não tivesse medo de ser feliz nem da opinião de terceiros, que conseguisse carregar nas costas o maior dentre todos os pesos só para salvar o mundo e as pessoas ao seu redor e ainda achasse tempo e disposição para resolver os próprios problemas. Queria alguém com os poderes mais extraordinários e, ao mesmo tempo, com as características mais ordinárias: amor, impaciência, carinho, generosidade, estresse... Enfim, queria que qualidades e defeitos nas proporções perfeitas reagissem e, como em uma reação química, resultassem em alguém que poderia admirar e dizer: "Nossa, ela é minha heroína".
Hoje sei que todo o tempo que gastei em frente a TV em nada adiantou. Acabei encontrando a heroína com todas as qualidades e defeitos que procurava aqui, dentro de casa: minha gêmea bivitelina, minha gêmea fraterna.
Como não poderia deixar de ser, nascemos no mesmo dia: uma grande e uma pequena, uma mais velha e uma mais nova, uma forte e uma frágil, uma heroína e uma admiradora, um adulto e um bebê, uma mãe e uma filha. Tão diferentes e tão iguais. Ah, como eu lamento ter levado tanto tempo para descobrir que tudo eu sempre quis ser, tudo que existe de mais extraordinário no mundo, mora no quarto ao lado.

14 comentários:

M. disse...

Mãe. Acho que a palavra fala por si só.
Liiindo o texto Fee!
Só que o meu não tem um milésimo de chance perto do seu --'
Juro por deus que me deprime escrever e depois ler o que VOCÊ escreve.

haha, beeeijos mulher

Joyci Dias disse...

Eu acho você e sua mãe tão parecida, deve ser a alma, a alma de vocês duas é uma só.


Te amo.

Egon Henrique disse...

caraca não é que são bonitas mesmo :D

obrigado pela visita lá.. volto sempre cá.. bjos

Line disse...

Que lindo o texto amiga.Acho que nem preciso falar de amor de mãe.Minha mãe (L),pra sempre a melhor.(nada de ciúmes.HAHA.)Te amo (L).

P.s.:Amo essa foto de vocês *-*

Fernanda Leal disse...

De minha tia eu não tenho ciúmes, não. Pode deixar ;) UAHSUA

Erica Ferro disse...

Ai, que lindo! *-----*
E como vocês se parecem fisicamente. ^^

Amei a postagem, como sempre (hehe!).

:**

Flor disse...

huahuahauh eu acho que alguém ganhou o 1º lugar no Blorkutando essa semana,hauhauhauhauaha...Lindo o post,Beijão=)

Pirulito que Bate-Bate disse...

O texto ficou bem criativo! Agente começa achando que vai ler sobre os heróis, mas.. é a sua mãe.
A minha heroina também é minha mãe. Ela tem vários superpoderes, é real e está sempre ao meu lado.

BeiJos.

Curte coisas pra pc/programas?
http://blogdodevilz.blogspot.com/

*Lusinha* disse...

Inicialmente achei que você falava de sua irmã, sabia?
Eu não me espelho tanto assim na minha mãe, porque tem muita coisa nela que eu não gostaria de ter. Mas me espelho em MUITAS coisas nela e orgulho-me bastante de ter muitas das qualidades da minha mãezinha.
Bjitos!

Anônimo disse...

Ai que liiindo *__*

Mas eu era a Tempestade do X-men hehe :D

bjs

Debbys disse...

Nossa, sua mãe é muito linda!!!! =]]
adorei, ficou muito lindo o post!! ^^
bjussss

Sofia disse...

nossa vocês realmente são gêmeas, além de nascer no mesmo dia, ua é a cara da outra. Texto muito bom e parabéns pelo Destaque do Blorkutando.

Gabriela Castro disse...

Saudade da minha que já se foi :~

Finha disse...

oooooooown *_*

Texto lindo como sempre!
Lindonas :D

Amo você